icon-fone
(48) 3228-5140 / 3228-5121
Segunda a sexta / 08h às 12h / 14h às 18h
  Sexta, 30 Setembro 2016 04:39

Respeito á democracia

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
A história é feita de períodos onde tudo se transforma. O Brasil já foi um país colonial, imperial, ditador e agora vive o momento em que o regime é a democracia. E na democracia o que deve prevalecer é o respeito pelas opiniões divergentes das pessoas, organizações sociais, religiosas, enfim, todas as formas de manifestações. Somos um país laico sem conflitos religiosos, temos vários times de futebol que se respeitam, varias raças e culturas que se interagem sem grandes problemas.

Quando se trata de projetos políticos partidários não podemos dizer o mesmo, estamos vivendo um momento histórico em que não há o menor respeito por parte dos partidos conservadores que sempre tiveram no comando do Brasil. Tudo começou a mudar quando a classe trabalhadora percebeu que também poderia governar este país com outros interesses, voltado para o povo mais vulnerável.

A alternativa encontrada pela direita raivosa e sem projeto para o Brasil é atacar com golpes baixos e sem fundamentos legais. A "corrupção" sempre existiu e precisa ser combatida com agilidade e firmeza, mas é preciso também ser com ética e legitimidade. O que estamos presenciando no Brasil são os ataques sistemáticos contra as pessoas e organizações políticas e sociais escolhidas pelas "autoridades legais sem critério"e com propósito de privilegiar outras pessoas e organizações políticas rivais.

Não é preciso ter diploma nem faculdade para perceber tamanha armação, é claro e notório que há grandes e obscuros interesses de grupos políticos e empresariais, nacional e internacional, para desqualificar as pessoas e as organizações que fizeram muito, em tão pouco tempo, pelo Brasil e pelos brasileiros.

É preciso que a sociedade tenha a capacidade de perceber que o que está em jogo não é identificar os corruptos e os corruptores. O que está em jogo são a disputa de projeto político em favor dos trabalhadores e o projeto que defende os interesses dos grandes empresários, banqueiros, coronéis da política brasileira e do poder econômico internacional. Se alguém tem dúvidas destas afirmações, pesquisem a história do Brasil e do mundo, vejam como aconteceram os golpes que originaram as quedas de governos progressistas que ousaram governar sob a ótica do povo e não do capital.

Não podemos mais aceitar que em nome da "justiça" qualquer um saia acusando sem provas concretas qualquer cidadão e estas acusações se transformem em verdades. É preciso que tenha respeito pelas diferenças políticas, religiosas, futebolísticas, opção sexual ou qualquer que seja, sem que se transforme em sensacionalismos ou motivo para caça às bruxas como se estivéssemos no período da inquisição. É preciso que os jovens tenham a liberdade de conhecer a história e os seus personagens sem a interferência de interesses pessoais ou políticos, para que possam também interferir no processo histórico através dos processos eleitorais e das organizações políticas e sociais como cidadãos.

A democracia só é verdadeira quando todos têm os mesmos direitos, as mesmas obrigações, as mesmas responsabilidades, as mesmas condições, as mesmas oportunidades caso contrario deixa de ser democracia para ser qualquer outra coisa que sirva aos interesses só de alguns sem considerar os interesses da maioria.

Ou respeitamos a democracia na sua plenitude ou estamos fadados a voltar aos tempos onde poucos mandam e muitos obedecem sem questionar ou opinar, ainda há tempo de evitar o pior, nós escolhemos, seremos atores ativos da história ou seremos omissos e coniventes com toda esta armação?

Por Rogério Manoel Corrêa / Presidente do SEEF
Lido 762 vezes
Rogério Manoel Corrêa

Presidente (Condomínio Cannes)

Filiado

filiado fecescfiliado contracsfiliado cutfiliado dieese

Manual do trabalhador

Um instrumento dos trabalhadores na defesa dos seus direitos. Ele apresenta as principais garantias previstas na legislação e nas convenções e acordos coletivos de trabalho assinadas pelo Sindicato.

BAIXAR MANUAL

SEEF - Sindicato dos Empregados em Edifícios e em Empresas de Compra
Venda, Locação e Administração de Imóveis de Florianópolis/SC

Cód. Sindical: 914.565.164.01868-4    |    CNPJ: 78.664.125/0001-03
  Av. Mauro Ramos, 1624, 1º andar
     Centro -/ Florianópolis / SC
  (48) 3228-5140 / 3228-5140